Novidade Blog Crianca Celiaca

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Argentina

O título da postagem ia ser "Buenos Aires", mas achei injusto destacar somente a capital da Argentina, sendo que o país todo está preparado para receber pessoas celíacas.

Fiquei sabendo que lá foi realizado um forte trabalho da Associação dos Celíacos, sendo que houve uma união muito grande de vários celíacos os quais se voluntariaram para divulgar a DC. Foi aprovada uma Lei onde os estabelecimento também tem que possuir um cardápio apropriado para os celíacos. Sabendo disso, fiz questão de entrar em vários estabelecimentos. Conversei com donos de restaurantes, bares e lanchonetes e todos me diziam se poderíamos comer lá ou não. Se houvesse risco de contaminação eles me diziam que não era apropriado - se tinham algum prato sem contaminação, diziam que poderíamos comer tranquilamente. A todos os lugares que fomos, recebi uma aula sobre a doença celíaca!

Na maioria dos lugres é muito fácil comer porque o prato principal na Argentina normalmente é composta por um belo pedaço de carne e papas. Mas o conhecimento deles falando sobre a contaminação cruzada é admirável!

Fomos também à cidade Luján - no zoológico. Ao conversar sobre alimentação um  homem me disse: -"Converse com tal pessoa que ela fará um prato à parte sem risco de contaminação para você."
Fiquei admirada!!!

No Parque Japonês, no centro de Buenos Aires, tinha um cartaz enorme com a foto de uma fatia de pizza suculenta, escrito em letras garrafais: "apto para celíacos - SINC TACC". Para quem não sabe, TACC significa: 
T - trigo
A - aveia
C - centeio
C - cevada

Ou seja, eu saía de manhã com uma mala cheia de comida para passar o dia fora, mas não era necessário, porque onde íamos, ou tinha uma confeitaria em cada bairro com bolos, tortas, empanadas e outras delícias sem glúten, ou nos parques e restaurantes haviam opções seguras para nós.

Eu já tinha ouvido falar que Buenos Aires era o paraíso para celíacos, mas ainda não havia provado. Me senti normal com uma vida social muito ativa. Adoraria morar num país assim, onde eu não precisasse ficar o tempo todo na cozinha e onde eu não precisasse também levar uma mala de comida toda vez que saísse de casa. 

Bem, segue algumas fotos das nossas aventuras por lá...





Nenhum comentário:

Postar um comentário