Novidade Blog Crianca Celiaca

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

O famoso Eduardo


Eduardo queria ser popular na escola
Queria ter muitos amigos e ser conhecido por todos;
Desejava ser diferente como algum super herói
Ou poder domar um cavalo igualzinho a um cowboy
Não importava o motivo da fama, o que ele queria era ser popular.
Mas como, se com ele tudo acontecia?
Se um inseto o picasse a pele ficava toda vermelha
Se tomava leite de vaca a sua barriga doía.
Se corria muito sentia falta de ar
Nem bicho de pelúcia ele podia
porque com o pó logo começava a espirrar.
Ah! Era tanta coisa que o Eduardo tinha
e sendo assim como ele iria se destacar?
O menino vivia pensando, assim, dentro da sua cabecinha
Uma forma de ser diferente
De ficar banguelo sem perder os dentes
De só comer besteiras e não ficar doente
Quem sabe pintar o cabelo ou fazer permanente
Ser o campeão no vídeo game ou ganhar nos jogos do Facebook
O menino precisava ter atitude prá se tornar bem conhecido.
E ele não sabia como, porque era muito tímido.
Mas certo dia na hora do lanche
um amigo seu pediu um pedaço de bolo
Eduardo deu, o menino comeu
e depois o olhou com cara de bobo.
Mais que bolo mais gostoso! É mais leve e mais saboroso. – Constatou o jovem menino.
E logo toda a turma só queria comer o lanche do Eduardo
Porque o bolo não tinha farinha de trigo
Os biscoitos eram feitos de amido
Nem de salgadinhos Eduardo gostava
Em sua lancheira era fruta que ele levava
A hora do lanche parecia uma festa todo dia,
Onde todo mundo conversava e brincava
E comia os lanches que a mãe do Eduardo fazia.
Se uma bala diferente alguma pessoa oferecia
os amigos de Eduardo logo diziam que ele não podia
Que primeiro tinha que olhar no rótulo os ingredientes
para ver se o menino poderia comer
Porque o Edu era um menino diferente
e isto era fácil de se perceber.
Só quem não percebeu foi o próprio Eduardo,
que ele era um garoto muito especial
E de tão especial que era, passou a ser admirado por toda a turma da escola
E olha que ele nem precisou pintar o cabelo e nem aprender a tocar viola
Eduardo só foi ele mesmo – um garoto de alto astral
que tinha uma alimentação mais do que legal.
E por ter nascido diferente acabou fazendo sucesso naturalmente.
Esta é a história do Eduardo, que continua espirrando e tendo muitas alergias
Mas que descobriu que o importante é ter muitos amigos,
Uma alimentação saudável e uma vida cheia de alegria.



Autora: Erivane de Alencar Moreno

Nenhum comentário:

Postar um comentário