Novidade Blog Crianca Celiaca

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Vacina para Hepatite


Eu escrevo os meus artigos neste blog numa linguagem mais clara possível, para que possa ser entendido por todos os públicos.
E para explicar bem sobre este artigo, eu descobri hoje que em pacientes celíacos a vacina da Hepatite pode simplesmente "não pegar".
Estudos estão sendo realizados, mas há uma maior prevalência de celíacos onde a vacina "não pega" ou tem uma duração menor.
Sendo assim, é necessário fazer exames anuais para saber se o seu filho está realmente imunizado contra a hepatite.
Isto é muito importante!
Segue abaixo o link da publicação da matéria (notem que foi publicado no Pubmed - site superconfiável!)

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23430309

Tradução pelo Google:

Alguns estudos mostraram que, em pacientes com doença celíaca a resposta imunológica à vacina é semelhante àquela encontrada na população em geral, excepto para a vacina contra o vírus da hepatite B (VHB). A não resposta à vacina do HBV também tem sido descrito em indivíduos saudáveis​​, no entanto, o número de não-respondedores tem sido demonstrado ser mais elevada em doença celíaca (CD) dos pacientes do que nos controlos saudáveis​​. Várias hipóteses explicando esta maior taxa de ausência de resposta à vacina contra o VHB em pacientes com DC têm sido descritos, como a hipótese genética, de acordo com os pacientes portadores de CD do haplótipo HLA-B8 específica da doença, DR3 e DQ2, mostram uma resposta inferior à vacina HBV tanto em pacientes clínicos CD expressas e em pessoas saudáveis ​​que levam o mesmo haplótipo. Por outro lado, foi demonstrado que a ingestão de glúten durante a vacinação parece influenciar a resposta para a mesma vacina. Além disso, demonstrou-se uma possível predisposição genética para a vacina da hepatite B não responsividade provavelmente devido à presença de haplótipos de antigénios de leucócitos humanos específicos e polimorfismo de um só nucleótido em particular os genes de receptores de citoquinas / citocinas e receptores do tipo Toll, mas o mecanismo patogénico responsável para esta baixa capacidade de resposta ainda permanece obscuro. O objetivo desta revisão é concentrar-se sobre as possíveis causas patogênicas de indiferença à vacina HBV em pacientes com DC e propor um esquema de vacinação alternativo, a fim de melhorar a capacidade de resposta à vacina HBV neste pacientes de risco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário